São José intensifica teste no mês de conscientização da Aids

No mês de conscientização sobre a Aids e as ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), em razão do Dia Mundial de Combate à Aids (comemorado em 1º de dezembro), a Prefeitura de São José dos Campos lança uma ofensiva que tem como objetivo conscientizar a população sobre os riscos destas doenças e a importância do diagnóstico precoce, das formas de apoio e tratamento.

Todas as unidades de saúde do município estarão mobilizadas para a realização do teste rápido.

Neste fim de semana, a Prefeitura também lança uma grande campanha publicitária abordando o tema, que será veiculada em TVs, rádios, jornais, internet e mídias sociais, que terá como foco a importância do teste rápido como forma de prevenção.

A intensificação da testagem das ISTs (HIV, Hepatite B e C e Sífilis) já começa no domingo (1º), das 8h às 17h, nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) do Alto da Ponte (norte), Campo dos Alemães (sul), Novo Horizonte (leste), Putim (sudeste), São Francisco Xavier (norte) e Eugênio de Melo (leste), além do Hospital Municipal e do Hospital de Clínicas Sul.

A partir de segunda-feira (2), a intensificação se dará em todas as UBS’s (Unidades Básicas de Saúde) e no CRMI (Centro de Referência de Moléstias Infecciosas), associado à orientação educativa.

O teste rápido demora em torno de 20 minutos, podendo se estender por mais tempo no pós-aconselhamento dependendo do resultado.

Todos os casos positivos são encaminhados ao CRMI para o acompanhamento (exames específicos) e tratamento (antirretroviral, antibióticos, antifúngicos, etc), que é inteiramente gratuito.

O CRMI atende na Rua Amin Assad 200, Jardim São Dimas, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h.

O programa

Segundo o banco de dados da Vigilância Epidemiológica municipal, o primeiro caso de infecção pelo HIV foi diagnosticado em 1984. De lá para cá, foram diagnosticados 3.555 pacientes com HIV, predominantemente do sexo masculino, na razão de 3:1. Em relação a Aids, no mesmo período foram diagnosticados 4.212 pacientes, com predominância do sexo masculino, na razão de 2:1.

De 2015 até 12 de novembro deste ano, São José dos Campos registrou 651 pacientes com HIV (soropositivos) e 387 casos de Aids (quando a doença já se manifestou).

Nos pacientes HIV, a predominância é em adultos, de 20 a 39 anos (69,75%). Nos pacientes com Aids, a maioria está na faixa etária de 25 a 59 anos (86%).

O objetivo principal das campanhas de conscientização é detectar o portador do vírus antes que a doença se manifeste.

Saiba mais

Número de pacientes diagnosticados com HIV e Aids de 2015 a 2019

Aids – 387

HIV (Soropositivos) – 651

Faixas etárias

Aids

10 a 12 anos – 2

20 a 24 anos – 22

25 a 29 anos – 60

30 a 39 anos – 124

40 a 49 anos – 91

50 a 59 anos – 62

60 a 69 anos – 25

Acima de 70 anos – 1

Total – 387

HIV (Soropositivos)

15 a 19 anos – 26

20 a 24 anos – 137

25 a 29 anos – 141

30 a 39 anos – 152

40 a 49 anos – 107

50 a 59 anos – 66

60 a 69 anos – 22

Total – 651

 


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *