Este tal de John Williams?

 John Williams
John Williams

Antes de começar, só quero lembra que eu não entendo nada de música e cinema, apenas adoro as duas e sou um grande fã de trilhas sonoras.

A primeira vez que me lembro de uma música de filme martelando na minha cabeça foi a música de abertura do Superman O Filme (1978). Claro que assisti ao filme já na década de 80, mas lembro como aquela música fica martelando na cabeça, e facilmente eu me pega “cantarolando”. Depois disto muitas trilhas de filmes/séries me empolgaram: O Túnel do Tempo (The Time Tunnel, 1966), Tubarão (1975),  Star Wars Episode IV: A New Hope (1977), Indiana Jones – Raiders of the Lost Ark (1981), E.T. the Extra-Terrestrial (1982), The Accidental Tourist  (1988), JFK (1991), Jurassic Park (1993), A Lista de Schindler (1993), Harry Potter and the Sorcerer’s Stone (2001), The Terminal (2004), A Menina que Roubava Livros (2013). São muitos eu sei, mais isto é apenas uma amostra, estou cintando apenas as mais emblemáticas.

Com o passar dos anos comecei a aprender a prestar atenção nos créditos e com isto comecei a perceber que todos estes filmes tinha um tal de John Williams assinando a trilha sonora.

Mas você que não é tão atento assim deve estar pensando quem afinal é John Williams, porém é duvido que você nunca tenha ouvido uma de suas composições, se alguém lhe perguntasse quais as trilhas sonoras mais marcantes do cinema, provavelmente no mínimo uma seria de Jonh, vai dizer que você não se lembra do vôo do super-homem em companhia da famosa melodia que parecia sustentá-lo no ar; podemos também logo lembrar de Darth Vader e a triunfal “Marcha Imperial” ou relacionar alguma sensação de aventura com Indiana Jones.

John Williams é considerado um dos maiores compositores da história, possui grande destaque pelos seus concertos e obras eruditas, mas o que mais elevou a carreira de Jonh foram suas composições para trilhas sonoras de diversos filmes, principalmente os do amigo Steven Spielberg. Atualmente é conhecido como o compositor norte-americano mais premiado da história da música cinematográfica, já recebendo, até hoje, 49 indicações ao Oscar onde ganhou cinco vezes e é o segundo artista com maior número de nomeações, ficando somente atrás de Walt Disney com 59. Além de tudo isso, já foi indicado 24 vezes para Golden Globe Awards, dos quais faturou 4.

John Williams ou John Towner Williams, nasceu no dia 8 de fevereiro de 1932, em Floral Park, Nova Iorque, EUA. Filho da Sra Esther e do Sr. John Williams, que também era músico de jazz e tocava tambor.

Em 1974, Williams começou a ter uma grande aproximação com o diretor Steven Spielberg e passou a compor músicas para os seus filmes, começando como “The Sugarland Express“. Depois vieram outras obras como “Jaws” com a qual chegou ao seu segundo Oscar e também começou a preparar as músicas para o próximo filme de Spielberg “Close Encounters of the Third Kind” de 1977. Neste período, Spielberg recomendou Williams para o seu amigo, o diretor George Lucas que na época estava precisando de um compositor para o seu próximo filme “Star Wars” e assim Williams começou a trabalhar no projeto e dela saiu uma das músicas mais prósperas do cinema e com ela veio o terceiro Oscar.

Para quem não conhece a obra deste Sr. segue uma lista com alguns de seus sucessos mais marcantes, com meu modestíssimo comentário. Espero que gostem, e qualquer coisa comente lá embaixo.

Começando pelo que acredito ser seu primeiro grande sucesso:

1975 – Tubarão

Como uma música transformou naquele “vilão” escondido em algo a ser tão temido, apenas com um Uma canção tensa, poderosa, que parece ser a trilha perfeita para uma situação de perigo extremo, de uma caçada que te deixa completamente sem saída, sentindo-se pequeno, indefeso, paralisado, qualquer um que quer fazer um suspense, já sabe a que melodias recorrer.


1977 – Star Wars Episode IV: A New Hope

http://youtu.be/4rQSJDLM8ZE

Este é considerado músicas mais prósperas do cinema. O apoteótico tema de Star Wars, que ao que começar o filme ela já é jogada na sua cabeça para não sai mais.  O sucesso retornaria nos dois próximos filmes da franquia.


1980 – Star Wars Episode V: The Empire Strikes Back

Talvez o vilão mais adorado dos cinemas não poderia ter um tema melhor. A música que segundo muitos foi inspirada na macha fúnebre de Chopin, é imponente, pesada e sem que você conhecesse Darth Vader, só ao ouvir a marcha já sabia que ele era mau.


1978 – Superman O Filme

Como falei no incio a música que me apresentou John Williams, é a música que muita criança cantarolou em suas brincadeiras. A música que vai chegando aos poucos e quando você nota ela já esta te envolvendo.


1981 – Raiders of the Lost Ark

Em 1981, voltou a trabalhar novamente com Spielberg e Lucas, e parece que a dupla gosta de desafiar John, depois de pedir ele uma trilha para um animal matador, para uma aventura espacial e um super-herói de outro planeta, eles pedem um tema para um arqueólogo maluco que percorre o mundo em “Raiders of the Lost Ark” onde John Williams compôs o tema principal conhecido como “The Raider´s March” que acompanhava os heróis do filme de Indiana Jones. Ele também criou temas separados como “Ask of the Covenant“, para representar os personagens Marion e os vilões nazistas da história.


1982 – E.T. the Extra-Terrestrial

Depois da empolgante trilha de Indiana Jones, Williams se empenhou com muita emoção e sensibilidade para compor para o filme fantasia de Spielberg de 1982, chamado “E.T. the Extra-Terrestrial“, que acabou convertendo no seu quarto Oscar. Aqui mostra toda sua magia, com uma música capaz de cativar a todos, independente da idade.


1990 – Home Alone

Talvez a trilha mais “infantil” de Willims, mas que ele consegue incluir, suspense, drama, comédia, clima natalina em uma unica composição. Ah, ainda vale lembrar que é uma das poucas que conta também com um coral. Adoravel.


1991 – JFK

Aqui Williams mostra que não é só o senhor da aventura/fantástico, com esta trilha sensacional para o não menos sensacional JFK de Oliver Stone. A música é simplesmente emocionante, com uma marcha inicial que depois migra para uma música simplesmente deliciosa de ser ouvida.


1993 – Jurassic Park

Talvez o tema de filme pela qual sou mais apaixonado, para mim supera inclusive o intergaláctico Star Wars. A música é fantástica, ela se deixa descobrir aos poucos, começa baixa e aos poucos vai se mostrando, até que “bum” você encontra os dinossauros pela primeira vez, e se surpreende por sua grandeza. Diferente de outras músicas que desde o começo já se apresenta, ela é apresentada bem aos poucos, toda sua grandeza. Me arrepio 100% das vezes que a ouço. Entre as top 5 ela é a numero 1. Só não ganho o Oscar, porque ele competia com ele mesmo com o filme a seguir:


1993 – Schindler’s List

Talvez um dos filmes mais importantes do Spielberg, que narra a todo o drama dos judeus durante a sua guerra e a saga de Oskar Schindler, um empresário alemão que salvou a vida de mais de mil judeus durante o Holocausto. John Williams compôs a trilha sonora de Schindler’s List. O compositor ficou atônito com o filme, e achou que seria muito desafiador. Ele disse a Spielberg, “Você precisa de um compositor melhor do que eu sou para este filme”, Spielberg respondeu brincando dizendo, “Eu sei. Porém todos estão mortos!”. Williams tocou o tema principal no piano, e seguindo uma sugestão de Spielberg, ele contratou Itzhak Perlman para tocar o violino. A música tem todos elementos necessários para te remeter ao período, triste da história mundial. Melancólica, profunda, pesada, com influencia judia, a música te remete perfeitamente ao período, com todas suas referencias. Mais que merecido o Oscar de melhor Melhor Trilha-sonora Original.


2001 – Harry Potter and the Sorcerer’s Stone

No novo milênio, Williams fez as músicas para os alguns filmes da série Harry Potter. Em 2001 conduziu as músicas para “Harry Potter and the Sorcerer´s Stone“, depois conduziu e criou as músicas em “Harry Porter and the Prisoner of Azkaban” (2004) e em 2007 conduziu as músicas de “Harry Potter and the Order of the Phoenix“, assim como a música “Hedwingn´s Theme” para o videogame desse mesmo filme. Mostrando assim que não perdeu a genialidade, a trilha na minha opinião é até melhor que o filme.


O post ficou longo mas não tinha como não ser, devido a longa carreira de John Williams, aqui escolhi só as que mais gosto, mas ela vai muito alem, ainda tem trilhas muito boas também das quais não citei, tais como:

Dracula (1979); Monsenho (1982); Star Wars Episode VI: Return of the Jedi;  Indiana Jones and the Temple of Doom;  SpaceCamp; Empire of the Sun; The Accidental Tourist; Born on the Fourth of July; Hook; Stargate; A Menina que Roubava Livros; Lincoln; The Adventures of Tintin: Secret of the Unicorn; War Horse; Munique; Memórias de uma Gueixa;  War of the Worlds;  Star Wars Episode III: Revenge of the Sith; The Terminal;  Catch Me If You Can; Minority Report;  Artificial Intelligence: AI;  O Resgate do Soldado Ryan;  Amistad;  Nixon;  Sabrina.

Isto ainda para falar apenas das mais conhecidos de um sr. que já esta ai fazendo música para cinema desde 1959.

Acho que é isto ai, espero que tenha gostado …

E vocês já conheciam John Williams? Destas trilhas citadas qual é a que você mais gosta? Qual faltou citar? Deixe seus comentários e até a próxima.

Ricardo de Macedo
Ricardo de Macedo

 

 


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *